Pão de Leite

26 01 2009

A minha Máquina de Fazer Pão (MFP, daqui para a frente) voltou de férias, finalmente. Esteve desde meados de Outubro para reparar e só voltou no início deste mês, graças à incompetência dos srs funcionários ali do Leclerc, mas adiante. Voltou, e aparentemente está bem, então eu pude voltar a fazer pãozinho quente e pães doces, e estou muito contentinha com isso, já estava tão farta de pão-a-fingir..!!

Desde que a minha “escrava” (como carinhosamente eu lhe chamo) voltou, experimentei duas receitas que me tinham chamado a atenção, e esta é uma delas: o Pão de Leite. Quando era pequenina, a minha mãe costumava comprar pão de leite, que eu devorava, barrado com manteiga, e depois de ter comido as “maminhas” – as extremidades dos pãezinhos que eu achava tão bonitos. Este pão não ganhou maminhas, mas ganhou a minha aprovação, é uma receita a repetir em breve!

Ingredientes:

  • 280ml de leite (usei leite gordo)
  • 60gr de margarina
  • 1,5 colher de café de sal
  • 2,5 colheres de sopa de açúcar
  • 500gr de farinha de trigo tipo 65 (usei tipo 55, era a que tinha)
  • 2 colheres de café de fermento biológico seco (usei fermipan)

Preparação:

Colocam-se os ingredientes na máquina, pela ordem indicada, e escolhe-se o programa de pão básico/normal (750gr, tostagem clara). Quando estiver pronto, põe-se a secar sobre uma grelha. E come-se com muito gosto =)

A receita original veio daqui: As Receitas da Patanisca. Obrigada :)

paula

Anúncios




Soufflé de Queijo

29 08 2008

Depois de muuuito tempo sem vontade de vir aqui deixar as receitas (preguiça, preguiça!), voltei. E voltei com um prato que devo ter feito no máximo 3 a 4 vezes desde que tenho a receita – e já a tenho há muuito tempo. Nem sei ao certo qual a razão por que não faço mais – talvez por ser uma receita boa para fazer quando há sobras de refeições anteriores, coisa que não acontece muito por aqui. Ou talvez por ser só eu quem come, que os meus pais não são muito adeptos. Não sei. Sei que é fácil e rápida, e sabe bem :) e faz-se assim:

Ingredientes:

  • 50 gr de margarina
  • 40 gr de farinha
  • 2,5 dl de leite
  • 300 gr de queijo ralado
  • 4 ovos
  • sal, pimenta e noz-moscada

Preparação:

Derrete-se a margarina num tacho largo anti-aderente, em lume brando, polvilha-se com a farinha e mistura-se, deixando depois a cozer sem ganhar cor. Rega-se com o leite frio, mexe-se e deixa-se cozer até ficar uma mistura homogénea. Tempera-se com sal, pimenta e noz-moscada e quando á superfície aparecerem bolhas, retira-se do calor.

Depois, junta-se o queijo (ou qualquer outro ingrediente que tenhamos: fiambre, legumes, peixe, etc – reduzidos a puré ou ralados), envolve-se na massa, e deixa-se arrefecer um bocadinho para depois misturar as gemas (sem que elas fiquem logo cozidas). Por fim, batem-se as claras em castelo firme e envolvem-se no preparado anterior.

Deita-se esta mistura numa forma de soufflé bem untada com manteiga e vai cozer em forno quente durante 30 minutos. Pode polvilhar-se com queijo ralado.

 souflé de queijo

Bom Apetite!





Doce de Verão

1 07 2008

poderia ter-lhe chamado outra coisa qualquer, poderia ter chamado “doce da casa com morangos” ou algo parecido, mas sabe bem assim fresquinho e a minha sobrinha gostou do nome «doce de verão», ficou baptizado assim – para compensar a birra que ela fez por eu dizer que ia fazer um tiramisú de morangos, aldrabado, que ela assumiu que seria horroroso e cheio de licor =P

tinha leite condensado, tinha morangos e tinha queijo mascarpone (o dito cujo que eu continuo a achar que sabe a natas, e portanto não entendo o porquê de se usar tanto), e queria fazer qualquer coisa fresca, que agradasse a todos. vi uma data de receitas, inclusivé de tiramisú de morango (confesso que não entendi o porquê do nome, não encontrei nenhuma receita que o merecesse… :s ), e saiu algo… bom, como diria a madame do anúncio do ferrero rocher ;)

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado
  • meio litro de leite gordo
  • 1 colher de sobremesa de farinha maizena
  • 5 ovos
  • 500gr de morangos
  • bolacha torrada
  • café solúvel
  • 500 gr de queijo mascarpone
  • açúcar
  • 1 colher de chá de aroma de baunilha

Preparação:

Num tacho (de preferência, anti-aderente) mistura-se o leite condensado com o leite gordo. Dissolve-se, numa tigela, a maizena com as gemas, e mistura-se com os leites até dissolver; vai ao lume até engrossar, mexendo sempre e em lume brando. Quando estiver consistente, deita-se num tabuleiro de pirex, onde será servido o doce.

Batem-se as claras em castelo, junta-se o queijo e quando estiver homogéneo adiciona-se o açúcar, a gosto (não faço ideia de quanto usei, fui pondo, batendo e provando…), junta-se o aroma de baunilha e leva-se ao frigorífico enquanto se trata do café e das bolachas: faz-se um café forte, onde vamos molhar as bolachas, sem deixar que amoleçam demasiado, senão desfazem-se – uma a uma, molham-se no café e deitam-se no tabuleiro por cima do creme de leite condensado, fazem-se duas camadas de bolachas.

Tapam-se as bolachas com o creme de queijo, por cima desta camada branca deitam-se os morangos laminados ou cortados em bocadinhos pequenos, e tapa-se com o restante creme de queijo.

Deve servir-se bem fresco, pelo que convém estar no frio duas horas, antes de servir.

Nota: não acho que se justifique usar o queijo mascarpone, natas batidas em chantilly dão o mesmo efeito. ou talvez seja eu que não consigo apreciar o paladar do dito queijo mas, de facto, sabe-me a natas, e a única vantagem que encontro é ser mais consistente do que elas.





Tarte de Chocolate (da avó do Miguel)

16 03 2008

Provei esta tarte, pela primeira vez, num aniversário do Miguel, comprovei o quão boa era numa das noitadas de óscares, e pedi a receita =) Mas, apesar de seguir as indicações à risca, não consigo que a tarte ganhe consistência a não ser que a congele =( ontem voltei a fazê-la e voltou a ficar mais pudim do que tarte… Mas sempre muuuito boa – para chocólatras ;)

Ingredientes e Preparação:

Para a base:

  • 1 pacote de bolacha torrada moída
  • 200gr de manteiga
  • 1 colher de açúcar

Amassa-se tudo com as mãos e forra-se uma tarteira de pirex/vidro/loiça. Vai ao frigorífico até os cremes estarem prontos.

Para o creme de chocolate:

  • 3 ovos batidos
  • 4 colheres de sopa de açúcar
  • 2 colheres de sopa de farinha
  • 1 colher de sopa de maizena
  • 1 pacote de chocolate em pó
  • 1 copo e meio de leite

Batem-se os ovos com o açúcar e as farinhas, mexe-se muito bem para desfazer os grumos, e junta-se o leite. Vai ao lume até engrossar e junta-se o chocolate – se o creme formar caroços, bate-se um pouco com a batedeira. Deita-se na tarteira e põe-se no frigorífico.

Para as natas:

  • 1 pacote de natas
  • 3 colheres de sopa de açúcar

Batem-se as natas em castelo, junta-se o açúcar e bate-se mais um pouco. Espalha-se por cima do chocolate e põe-se no congelador até 15 minutos antes da altura de servir.

Tarte de Chocolate

Apesar de toda a gente ter gostado – e eu também ;) – não fiquei satisfeita com a textura e vou fazer ajustes da próxima vez. Depois conto ;)





Delícias de Leite

11 03 2008

Esta é uma daquelas super receitas que não têm preço, ou seja, o resultado é fantástico e a preparação é ridiculamente fácil e rápida =) encontrei-a no Carpe Diem e fiquei logo “de orelhas no ar”, fiz as delícias ontem para o lanche com a catarina, e já tenho nova fornada quase pronta ;)

O nome original era »Queijadas de Leite», mas acho que «Delícias de Leite» é mais adequado =)

Ingredientes:

  • meio litro de leite (usei meio gordo)
  • 30gr de manteiga
  • 4 ovos
  • 100gr de farinha (usei com fermento, não tinha outra)
  • 270gr de açúcar
  • raspa de um limão grande
  • uma pitada de sal
  • canela para polvilhar

Preparação:

Põe-se o leite ao lume, juntamente com a mangteiga e deixa-se ferver.

Entretanto, num recipiente mistura-se a farinha com o açúcar e os ovos inteiros, até ficar homogéneo, junta-se o sal e a raspa do limão e mexe-se bem. Pode bater-se com a batedeira ou num liquidificador, mas eu prefiro fazê-lo “à moda antiga”, com a colher de pau =)

Quando o leite tiver fervido, deita-se aos poucos e poucos na massa e vai-se mexendo – não pode ser tudo de uma vez para não talhar os ovos, e juntando aos poucos é mais fácil conseguir uma mistura toda igual. Deita-se o preparado em forminhas anti-aderentes (as minhas são de silicone) e leva-se a forno médio/brando até estarem prontas – cerca de 20 minutos, mas é melhor ir vendo de 10 em 10 minutos porque varia de forno para forno. Quando estiverem prontas, polvilha-se com canela =)

Eu consegui fazer 18 delícias, e não sobrou nenhuma!

Delcias de Leite

Bom Apetite!





Lasanha de Salmão

10 03 2008

Esta é uma óptima receita para quem quer escapar um cadinho à tradicional lasanha de carne (que não deixa de ser boa ;) ), super saborosa e facil de fazer!!! Retirei esta receita da net, experimentei e… voltei a experimentar, e já são 3 vezes que a faço, muuuuitooo boa!!

Ingredientes:

  • 425 gramas de queijo ricotta
  • 1 1/2 chavena de queijo Jarsberg
  • 300 gramas de espinafres lavados, escorridos e cortados em pequenos pedaços (como quem prepara alface)
  • 1 1/4 chávena de leite
  • 1 ovo
  • 1/4 colher de sopa de noz moscada (ou mais, depende do gosto… eu meto sempre muito mais ;) )
  • 1 colher sopa de manteiga
  • 2 dentes de alho esmagados
  • 2 colheres de sopa de farinha
  • 2 postas médias de salmão (cozido e desfiado)
  • 1/4 chavena de dill picado (endro)
  • sumo de um limão
  • um pacote de massa para lasanha
  • 1/4 chavena de queijo parmesão
  • 1/4 chavena de queijo mozzarela

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 350C!!!

Numa bela frigideira aquece-se uma colher de sopa de azeite, quando este estiver quente colocam se os espinafres e deixa-se cozinhar por cerca de 10 minutos em lume médio, ou até estes estarem bem macios e reduzinhos a metade…. deixa-se arrefecer.

Preparado 1:

Num recipiente, junta-se o queijo ricotta com o queijo Jarsberg, os espinafres cozinhados, 1/4 chavena de leite, o ovo, uma pitada de sal e a noz moscada. Mexe-se muito bem…

Preparado 2:

À parte, derrete-se a manteiga num tacho em lume médio. Quando esta estiver a ferver, junta-se-lhe o alho e deixa-se refogar até estar bem douradinho. Reduz-se o lume para médio e acrescenta-se a farinha e deixa-se cozinhar por 1 minuto. Deve-se obter uma “papa” ;) a esta acrescenta-se o leite aos pouquinhos e sempre a mexer para nao formar grume (muito importante)… e entretanto continua-se a mexer até o creme engrossar e ficar cremoso. Junta-se então o salmão, o dill e o limão.

(entretanto a massa de lasanha deve estar cozida neste momento… por isso é opção cozê-la agora ou então cozê-la enquanto se prepara o preparado anterior… ou entao opta-se pela pré-cozida ;)

Neste momento, ja podemos fazer a dita lasanha!

Num pirex, alternam-se camadas de massa, preparado 1 e preparado 2, quantas vezes nacessarias…. polvilha-se com queijo parmesão e queijo mozzarela.

Vai ao forno por 40 minutos em lume médio-brando ate o queijo estar douradinho.

Retira-se do forno e deixa-se repousar por 10 a 15 minutos antes de servir ;)

e depois…. deliciem-se ;)

(tenho foto na máquina, vou descarregar e depois publico, proooometo)

 Nunca comprei dill ai em Portugal, mas pela traducao da net, devem procurar por endro, uma erva com este aspecto:

da para comprar fesco e seco… e um ingrediente chave nesta receita ;)





bolo da caneca – chocolate

21 02 2008

na minha ronda habitual pelos blogs, encontrei – mais uma vez – a receita do “bolo da caneca” e como até estava a pensar em ir lanchar, toca de escrever os ingredientes e ‘bora prá cozinha! segundo a risonha, a receita é assim:

Ingredientes e Preparação:

Numa caneca grande, põem-se 4 colheres de sopa de farinha, 4 colheres de sopa de açúcar, 2 colheres de sopa de chocolate em pó, e mexe-se, junta-se um ovo inteiro e mexe-se bem. Deita-se na massa 3 colheres de sopa de leite e 3 colheres de sopa de óleo, mexe-se muito bem e vai ao microondas durante 3 minutos. Desenforma-se – ou “desencaneca-se” ;) – e come-se!

bolo da caneca

O meu ficou pouco escurinho porque, na falta de chocolate em pó, usei achocolatado da suchard express, mas posso confirmar que sabe muito bem e que mais rápido é impossível! Ah,… a minha mãe primeiro riu-se, enquanto me via a fazer, depois disse que não ia esperar para provar porque estava com pressa para sair, mas o bolito é tão rápido que ela provou, ainda foi buscar mais um bocadito, e até disse que quer saber como se faz para depois fazer para os lanches dela, eheheh ;)