Bolo de Limão com Casca

26 03 2008

A moça que vem cá limpar a casa costuma trazer-nos ovos e limões, e isso foi o pretexto ideal para experimentar esta receita, que encontrei no blog da Winnie. Chamou-me a atenção por levar também a casca do limão, e não apenas o sumo e a raspa, como habitualmente… A curiosidade foi satisfeita hoje, e o bolo é, de facto, muito bom (para quem gosta de limão, claro…)!

Ingredientes:

  • 1 limão cortado aos pedaços (eu tirei-lhe os caroços)
  • 4 ovos
  • 2 canecas de açúcar
  • 2 canecas de farinha com fermento
  • 200ml de leite de côco

Preparação:

Deitam-se os limões e os ovos no liquidificador e liga-se a máquina até obter uma papa.

Numa taça, mistura-se esta papa com o açúcar, depois junta-se a farinha e mexe-se bem até ficar um creme homogéneo, e por último junta-se o leite de cõco e volta a mexer-se muito bem. Vai ao forno numa forma untada e polvilhada com farinha, durante cerca de 40minutos (em lume brando).

o bolo, já provado ;)

Bom Apetite ;)





Delícias de Leite

11 03 2008

Esta é uma daquelas super receitas que não têm preço, ou seja, o resultado é fantástico e a preparação é ridiculamente fácil e rápida =) encontrei-a no Carpe Diem e fiquei logo “de orelhas no ar”, fiz as delícias ontem para o lanche com a catarina, e já tenho nova fornada quase pronta ;)

O nome original era »Queijadas de Leite», mas acho que «Delícias de Leite» é mais adequado =)

Ingredientes:

  • meio litro de leite (usei meio gordo)
  • 30gr de manteiga
  • 4 ovos
  • 100gr de farinha (usei com fermento, não tinha outra)
  • 270gr de açúcar
  • raspa de um limão grande
  • uma pitada de sal
  • canela para polvilhar

Preparação:

Põe-se o leite ao lume, juntamente com a mangteiga e deixa-se ferver.

Entretanto, num recipiente mistura-se a farinha com o açúcar e os ovos inteiros, até ficar homogéneo, junta-se o sal e a raspa do limão e mexe-se bem. Pode bater-se com a batedeira ou num liquidificador, mas eu prefiro fazê-lo “à moda antiga”, com a colher de pau =)

Quando o leite tiver fervido, deita-se aos poucos e poucos na massa e vai-se mexendo – não pode ser tudo de uma vez para não talhar os ovos, e juntando aos poucos é mais fácil conseguir uma mistura toda igual. Deita-se o preparado em forminhas anti-aderentes (as minhas são de silicone) e leva-se a forno médio/brando até estarem prontas – cerca de 20 minutos, mas é melhor ir vendo de 10 em 10 minutos porque varia de forno para forno. Quando estiverem prontas, polvilha-se com canela =)

Eu consegui fazer 18 delícias, e não sobrou nenhuma!

Delcias de Leite

Bom Apetite!





Lasanha de Salmão

10 03 2008

Esta é uma óptima receita para quem quer escapar um cadinho à tradicional lasanha de carne (que não deixa de ser boa ;) ), super saborosa e facil de fazer!!! Retirei esta receita da net, experimentei e… voltei a experimentar, e já são 3 vezes que a faço, muuuuitooo boa!!

Ingredientes:

  • 425 gramas de queijo ricotta
  • 1 1/2 chavena de queijo Jarsberg
  • 300 gramas de espinafres lavados, escorridos e cortados em pequenos pedaços (como quem prepara alface)
  • 1 1/4 chávena de leite
  • 1 ovo
  • 1/4 colher de sopa de noz moscada (ou mais, depende do gosto… eu meto sempre muito mais ;) )
  • 1 colher sopa de manteiga
  • 2 dentes de alho esmagados
  • 2 colheres de sopa de farinha
  • 2 postas médias de salmão (cozido e desfiado)
  • 1/4 chavena de dill picado (endro)
  • sumo de um limão
  • um pacote de massa para lasanha
  • 1/4 chavena de queijo parmesão
  • 1/4 chavena de queijo mozzarela

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 350C!!!

Numa bela frigideira aquece-se uma colher de sopa de azeite, quando este estiver quente colocam se os espinafres e deixa-se cozinhar por cerca de 10 minutos em lume médio, ou até estes estarem bem macios e reduzinhos a metade…. deixa-se arrefecer.

Preparado 1:

Num recipiente, junta-se o queijo ricotta com o queijo Jarsberg, os espinafres cozinhados, 1/4 chavena de leite, o ovo, uma pitada de sal e a noz moscada. Mexe-se muito bem…

Preparado 2:

À parte, derrete-se a manteiga num tacho em lume médio. Quando esta estiver a ferver, junta-se-lhe o alho e deixa-se refogar até estar bem douradinho. Reduz-se o lume para médio e acrescenta-se a farinha e deixa-se cozinhar por 1 minuto. Deve-se obter uma “papa” ;) a esta acrescenta-se o leite aos pouquinhos e sempre a mexer para nao formar grume (muito importante)… e entretanto continua-se a mexer até o creme engrossar e ficar cremoso. Junta-se então o salmão, o dill e o limão.

(entretanto a massa de lasanha deve estar cozida neste momento… por isso é opção cozê-la agora ou então cozê-la enquanto se prepara o preparado anterior… ou entao opta-se pela pré-cozida ;)

Neste momento, ja podemos fazer a dita lasanha!

Num pirex, alternam-se camadas de massa, preparado 1 e preparado 2, quantas vezes nacessarias…. polvilha-se com queijo parmesão e queijo mozzarela.

Vai ao forno por 40 minutos em lume médio-brando ate o queijo estar douradinho.

Retira-se do forno e deixa-se repousar por 10 a 15 minutos antes de servir ;)

e depois…. deliciem-se ;)

(tenho foto na máquina, vou descarregar e depois publico, proooometo)

 Nunca comprei dill ai em Portugal, mas pela traducao da net, devem procurar por endro, uma erva com este aspecto:

da para comprar fesco e seco… e um ingrediente chave nesta receita ;)





tarte de limão “dos óscares”

21 02 2008

esta é a minha tarte de eleição, é uma receita da minha autoria, e só agora percebi que não tenho quase fotos nenhumas dela, não é estranho??

chamamos-lhe “dos óscares” porque tornou-se tradição levá-la para as sessões de “enfardamento” em noite de óscares, onde era acompanhada das mais variadas iguarias, desde os crepes da mariana, com nutela e com a ajuda da sofia, até aos pastéis de belém, ovos moles de aveiro, tarte de chocolate da avó do miguel (deliciosa!!), salame de chocolate, e muitas mais. eu comia e comia e comia, entre risos e galhofas e coisas que tais, e depois ia me deitar, quando a taralhoca, a baillaroska, e as outras meninas (e meninos, já em fase posterior) faziam pausa na comida para ver a cerimónia dos óscares. sim, sim, que eu sou aquela que não só tenho mau feitio quando fico com sono, como não sei o nome de mais do que 4 ou 5 actores/actrizes =P

esta tarte é daquelas que ou se adora ou não se gosta de todo. para quem gosta, cá vai a receita:

Ingredientes e Preparação:

para a massa:

  • 200gr de farinha
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 gema
  • 1 colher de sopa, mal cheia, de vinagre
  • 100gr de manteiga

Juntam-se os ingredientes todos numa taça, amassam-se com as mãos e quando estiver homogéneo, forra-se a tarteira, previamente untada com manteiga. pica-se a massa com um garfo, e vai ao forno 5 minutos. Desliga-se o forno, entreabre-se a porta, e deixa-se estar.

para o recheio:

  • 1 lata de leite condensado
  • 2 gemas
  • raspa e sumo de 1 limão
  • 1 pacote de natas (200ml)
  • maizena “engrossa molhos” qb

Num tachinho anti-aderente, deite o leite condensado, as gemas e a raspa do limão e leve ao lume, mexendo de vez em quando, até começar a borbulhar. Junte as natas, vá mexendo até o creme voltar a borbulhar, e aí junte o sumo de limão. O preparado vai engrossar um bocadinho, logo que comece a ferver, mas não o suficiente para se manter depois na forma, então convém juntar cerca de 2 colheres de sopa de maizena “engrossa molhos”, rasas (a maizena normal, ficaria cozida e em grumos, de imediato, por isso não convém usar) e deixar cozer. O creme deve ficar consistente mas não duro, talvez seja necessário juntar um pouco mais de maizena, vai depender sempre, eu nunca consigo usar a mesma quantidade, é sempre variável ;).

Deita-se o creme, ainda quente, na tarteira, e deixa-se arrefecer perto de uma janela, para o recheio da tarte ficar consistente e não entornar.

para o merengue:

  • 3 claras
  • 90gr de açúcar

Batem-se as claras em castelo, junta-se o açúcar e bate-se mais um pouco, e depois espalha-se o merengue por cima do recheio da tarte. Eu espalho com uma faca, para alisar, e atiro – literalmente – os últimos pedacinhos de merengue, para ficar mais bonitinho :) polvilha-se com açúcar (pouco!) e vai ao forno até o merengue estar douradinho =)

Ao tirar do forno, cuidado para manter a tarteira direita, o recheio quente tem tendência para entornar. Com cuidado, descola-se a massa de tarte das paredes da tarteira, mas convém desenformar fria.

 

tarte de limão dos óscares

Bom Apetite!





bolachas de alfazema

14 01 2008

gosto sempre de experimentar uma receita original (a não ser que pareça duvidosa, o que não é o caso) e, para mim, comer alfazema é original! portanto, mal vi no fórum a receita destas bolachas – muito obrigada, irusdodot – decidi imediatamente começar à procura de alfazema para poder fazer as bolachinhas. sabia que só conseguiria encontrar alfazema em pacotes para chá, mas mesmo assim não encontrei em nenhum dos hipermercados da zona, salvou-me a Celeiro Dieta =)

mal cheguei a casa com o saquinho de alfazema, fui para a cozinha!

 Ingredientes:

  • 250g de farinha
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 125g de manteiga
  • 1 a 2 colheres de sopa de alfazema picada (recomendo apenas 1 colher de sobremesa, cheia)
  • raspa de 1 limão ou laranja
  • 1 pitada de sal
  • 125g de açúcar
  • 1 ovo

Preparação:

Mistura-se a farinha, o fermento, a manteiga, a alfazema, a raspa do limão/laranja e o sal com as pontas dos dedos até a mistura parecer miolo de pão. Junta-se o ovo batido e o açúcar, mistura~se bem para ficar tudo homogéneo e deixa-se a massa repousar durante 30 a 60 minutos.

Aqueçe-se o forno a 200º, e dispõe-se a massa em forma de bolachinhas (a receita original diz para estender a massa e cortar as bolachas, mas as minhas ficaram demasiado pegajosas para eu arriscar a usar o rolo…) sobre um tabuleiro (não é indispensável untar o tabuleiro, mas eu prefiro). E leva-se a cozer durante cerca de 10 minutos.

Bom Apetite!

bolachinhas de alfazema





muffins de limão

5 11 2007

a Oriana deu a receita à Ana, que por sua vez a partilhou connosco =)

e o resultado disso, na minha cozinha, foi este:

)

recomendo!!